Número de seguidores

Publicado em 9 de agosto de 2016
por Welington Gonzaga
Número de seguidores
# Redes Sociais #
1

Uma pessoa comum que mantém um perfil ativo no Twitter tem, em média, 208 seguidores em sua conta. Os dados são de uma pesquisa realizada pelo software Beevolve, em 2012, porém ainda servem de referência para o assunto. Esses números representam pessoas comuns que se interessam por pessoas comuns. Muitas vezes são relações do mundo real – amigos, conhecidos, colegas de trabalho, parentes, etc. – que se transformam em conexões no mundo virtual.

Para conseguir popularidade nas redes sociais é preciso dedicação e empenho. Há quem recorra aos meios artificiais para aumentar seu índice de popularidade nas mídias digitais. É o chamado mercado negro das redes sociais. Há quem diga que até mesmo o polêmico candidato à presidência dos Estados Unidos, em 2016, o republicano Donald Trump, teria recorrido à compra de seguidores. Os críticos ao bilionário dizem que apenas cerca de 21% dos mais de 10 milhões de seguidores que o político tem no Twitter são verdadeiros. Os demais não passariam de seguidores gerados por robôs. Fake followers!

O segredo da popularidade nas redes sociais está na publicação de algo diferente, inusitado, que se destaque no mar de conteúdo gerado nesses ambientes. Um fotógrafo que se aventure no Instagram, por exemplo, precisa mostrar sua identidade através das imagens, seja na cor, no enquadramento, na iluminação ou no tipo de objetos fotografados. A criatividade geralmente está associada aos perfis que fazem sucesso na internet.

Outra situação que gera popularidade nas redes sociais é a realização de algum grande feito no mundo real. Mesmo quem já detém certa popularidade pode ver seu número de seguidores aumentar exponencialmente após alguma grande conquista que tenha repercussão regional, nacional ou internacional. Foi o que aconteceu com a judoca brasileira Rafaela Silva (@Rafaelasilvaa), medalha de ouro nos Jogos Olímpicos do Rio 2016. Assim que se tornou campeã olímpica a atleta contava com cerca de 15 mil seguidores no Twitter. Após a vitória, com seu nome nas manchetes dos jornais, com as entrevistas nos principais canais de TV e com a presença nos sites de notícias, em apenas 24 horas o número de seguidores quase que triplicou. Passou de 15.689 seguidores às 17:58 de 08 de agosto para 39.148 até 22:29 de 09 de agosto de 2016.

A recomendação para quem busca ser popular nas redes sociais é a realização de um trabalho de destaque. Trabalho, aqui, não se limita ao que é entendido como profissão ou ganha-pão, mas, sim, como a produção de um conteúdo relevante para as redes sociais. Quem publica apenas o relato de um cotidiano banal não atingirá mais que amigos e familiares. O público em geral busca conteúdo inteligente e que venha a agregar informações ao seu dia a dia. Tirando o amor próprio, você se seguiria nas redes sociais? Se a resposta for “sim”, considere-se no caminho certo.

Um Comentário

  1. Welington Gonzaga disse:

    Você se considera popular nas redes sociais? Quais são as estratégias que você utiliza pra tornar suas publicações mais interessantes? Qual sua opinião sobre usuários que recorrem aos fake followers para aumentar seu número de seguidores?

    A informação de que 21% dos seguidores de Donald Trump no Twitter são falsos foi publicada em artigo no site da revista Vanity Fair, em 04 de agosto de 2016, em inglês.

Deixe seu comentário