Quando toda TV será digital?

Publicado em 23 de Maio de 2016
por Welington Gonzaga
Quando toda TV será digital?
# Seja Digital #
0

Quem quiser saber em quanto tempo todo o sinal de TV aberta será digital em sua cidade pode acessar o site “Seja Digital” (clique aqui) e fazer a pesquisa. Logo na página inicial, basta informar a sua localização – com UF e cidade – para ser informado sobre o prazo final da transição de analógico para digital.

Quer saber também quais emissoras já têm sinal digital na sua cidade? Para fazer essa pesquisa basta visitar o site oficial da TV digital brasileira (clique aqui). É só digitar o nome da cidade e clicar em “buscar” para visualizar a relação de emissoras com sinal digital na localidade solicitada. Essa fonte de pesquisa é importante para você saber quais canais pode salvar na sua TV para assistir quando quiser.

“Entre 2015 e 2018 todo o Brasil precisará se adaptar para a TV digital e, por isso, é importante não deixar para última hora, pois muita gente vai procurar conversores e antenas nas lojas”, lembra um dos conteúdos publicados no site. O objetivo é informar a população sobre o prazo final para que as pessoas consigam se preparar com tempo e aproveitem logo as vantagens que a nova tecnologia tem a oferecer.

Além do site sejadigital.com.br (ou www.vocenatvdigital.com.br), o cidadão pode obter informações sobre o assunto também pelo telefone, através do Disque 147. O serviço é gratuito. Já quem quiser falar com a central de atendimento via e-mail, o endereço é atendimento@vocenatvdigital.com.br.

A gestão da migração entre o sinal analógico e o digital da televisão no Brasil é realizada pela EAD (Entidade Administradora de Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais TV e RTV), composta por operadoras que venceram o leilão das licenças 4G no país. A missão dessa entidade é disponibilizar informações e campanhas didáticas a fim de garantir que toda a população tenha acesso ao novo sinal. O processo de transição começou em abril de 2015 e deverá ser concluído até 2019.

Ainda segundo a EAD, “o desligamento do sinal analógico irá liberar essa frequência, o que possibilitará o aumento da oferta e da qualidade dos serviços de banda larga 4G no território nacional, seguindo as tendências globais de democratização das tecnologias da informação. Diversos países no mundo já passaram por esse mesmo processo: Reino Unido, Japão, Canadá e Estados Unidos, entre outros”.

Para a população carente cadastrada no programa Bolsa Família, do Governo Federal, serão distribuídos gratuitamente kits com antena e conversor. A expectativa é que cerca de 14 milhões de famílias sejam beneficiadas até 2018. Essa distribuição de kits conversores foi estabelecida pelo Ministério das Comunicações e pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Deixe seu comentário