“I Still Do”, de Eric Clapton

Publicado em 26 de Maio de 2016
por Welington Gonzaga
“I Still Do”, de Eric Clapton
# Disco da Semana #
0

Eric Clapton está de volta com “I Still Do”. O álbum lançado na sexta-feira da semana passada (20) é o 23º disco de estúdio do cantor. O novo trabalho vem com 12 faixas que com certeza vão agradar aos fãs e, principalmente, qualquer um que goste de blues.

O título “I Still Do”, em tradução literal, quer dizer “Eu Ainda Faço”. Essa seria, segundo reportagem publicada no jornal “O Estado de São Paulo”, uma frase dita por uma tia de Eric Clapton antes de morrer. Talvez essa tia quisesse dizer “Eu ainda dou um caldo”, mas para quem gosta das músicas de Eric Clapton faz muito mais sentido entender que “I Still Do” é o próprio cantor dizendo ao mundo que ainda é uma lenda viva capaz de fazer música de qualidade.

A música de abertura do disco é “Alabama Woman Blues”. A canção é uma delícia para os ouvidos e, acredite ou não, é uma música que foi gravada pela primeira vez na década de 1920. Mas Eric Clapton consegue deixar a composição bem contemporânea sem perder o que tem de clássico.

Uma das melhores faixas do álbum é “I Will Be There“, em que Clapton faz um dueto com Ed Sheeran. Uma excelente parceria para apresentar o bom blues às novas gerações. Já para os pais que querem despertar a paixão pelo blues em seus filhos pequenos, o disco traz a faixa “Little Man, You’ve Had a Busy Day“. Soa como uma canção para ouvir antes de dormir ou que poderia estar na trilha sonora de um filme como “Toy Story”.

Para mim as demais faixas de “I Still Do” podem ser divididas em quatro grupos: clássicos genuínos do blues para se sentir num pub; baladas românticas para pensar ou estar com a pessoa amada; blues com toque de country; e algumas canções que seriam excelentes para fazer um striptease amador em casa. Mas o disco é profissional! Ouça e descubra qual cada faixa para cada hipotético grupo aqui idealizado. Há um link no YouTube onde é possível ouvir o disco na íntegra.

Deixe seu comentário