Quem quer
ser um YouTuber?

Publicado em 7 de Fevereiro de 2016
por Welington Gonzaga
Quem quer <br>ser um YouTuber?
# Assessoria #
0

Cada vez mais pessoas têm usado a internet para mostrar seu talento e compartilhar suas ideias. E o YouTube tem se mostrado como uma das melhores alternativas para quem quer divulgar seu trabalho e, o melhor, ganhar dinheiro fazendo o que gosta.

A audiência do YouTube cresce proporcionalmente à popularização e ao barateamento do acesso à internet. Hoje o público consome vídeos em todos os lugares e em todas as horas do dia. Consequentemente, a cada ano aumenta também o número de YouTubers, ou seja, de pessoas que criam canais no YouTube e tentam conquistar um público cativo.

Entretanto, mesmo que as pessoas tenham ideias interessantes, muitos projetos não seguem adiante por falta de orientação. Mas a partir de agora esses potenciais YouTubers poderão contar com uma assessoria online e, assim, fazer de sua ideia um verdadeiro sucesso.

A falta de conhecimento técnico para edição de vídeos, por exemplo, não é mais impedimento para interromper um projeto no YouTube. Através do serviço de assessoria online oferecido pelo jornalista Welington Gonzaga, qualquer pessoa conseguirá desenvolver seu projeto.

A assessoria funciona da seguinte maneira: a pessoa grava o conteúdo do seu vídeo (em câmera, celular ou qualquer outro dispositivo), coloca esse vídeo na nuvem (em serviços gratuitos como Google Drive, Dropbox, WeTransfer, Mega, OneDrive, entre outros), envia o link para a assessoria, que faz o download e edita o material. Concluído o trabalho de edição, a assessoria disponibiliza o vídeo no YouTube e configura para que faça sucesso na internet. A assessoria assumirá também a responsabilidade de manutenção do canal no YouTube, com criação da identidade visual e gerenciamento de conteúdo.

O investimento para garantir o aspecto profissional ao seu canal no YouTube é mínimo. E os resultados serão maximizados! Quer a prova? Entre em contato pelo email contato@welingtongonzaga.com.br.

Deixe seu comentário