Revisitando a infância com
“As Tartarugas Ninja”

Publicado em 13 de Abril de 2014
por Welington Gonzaga
Revisitando a infância com <br>“As Tartarugas Ninja”
# Desenho Animado #
0

Em agosto deste ano estreará nos cinemas uma nova versão de “As Tartarugas Ninja” (Teenage Mutant Ninja Turtles). Michael Bay na produção e Megan Fox no elenco já são bons motivos para querer assistir à novidade. Aos nostálgicos, a expectativa de uma nova versão também é motivo para revisitar o clássico dos desenhos animados da década de 80.

Quem tem entre 20 e 30 anos, provavelmente, acompanhou algumas das dez temporadas de “As Tartarugas Ninja“. A primeira temporada, com cinco episódios, foi ao ar em 1987 (no Brasil, em 1991). Ao assistir novamente o primeiro episódio desta temporada (intitulado “Turtle Tracks“, exibido nos Estados Unidos em 14 de dezembro de 1987), o que se percebe é um desenho contextualizado à sua época. Violência urbana, crescimento da bandidagem, aumento nos índices de criminalidade e, claro, a presença da mídia local na abordagem desses temas pouco infantis são o foco do desenho. E, em meio a tudo isso, o episódio mostra a origem das Tartarugas Ninja e do Mestre Splinter.

O primeiro episódio traz a aproximação dos heróis com a repórter April O’Neil – considerada a terceira melhor repórter do Channel 6 – e, a partir daí, os demais episódios seguem a mesma base: a jornalista atrás de uma grande história para o noticiário de TV e as Tartarugas Ninja surgem para salvar a mocinha e a cidade.

Os heróis do desenho animado têm nomes renascentistas: Raphael, Michelangelo, Donatello e Leonardo. E, por ser uma produção voltada principalmente ao público infantil, há uma clara definição de quem são os mocinhos e quem são os vilões. Destruidor é o inimigo principal. Mas quem já deixou a infância para trás há um bom tempo, agora tem carinho até pela vilanagem. Nada melhor que pedir uma pizza e assistir a “As Tartarugas Ninja“.

Deixe seu comentário