Oscar 2014

Publicado em 4 de março de 2014
por Welington Gonzaga
Oscar 2014
# Premiação #
0

Na noite do último domingo (02/03) aconteceu a entrega do Oscar, no Dolby Theatre, em Los Angeles, nos Estados Unidos. O prêmio, que é oferecido pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood, chega a sua 86ª edição. A anfitriã da cerimônia (pela segunda vez, a primeira foi em 2007) foi a apresentadora Ellen DeGeneres, que, como tal, merecia uma estatueta à parte por ser tão engraçada, capaz de tirar um pouco da formalidade (que é marca do Oscar) e quebrar protocolos sem tirar a importância do prêmio!

O primeiro Oscar a ser entregue foi o de melhor ator coadjuvante para Jared Leto pelo seu papel como a transexual Rayon em “Clube de Compras Dallas“. O filme, que concorria em seis categorias, venceu três: melhor ator coadjuvante (já mencionado), melhor maquiagem e melhor ator (para Matthew McConaughey).

Assistir ao Oscar envolve diversos prazeres. Quem assiste não quer apenas saber quais são os ganhadores de cada categoria, mas, principalmente, identificar suas celebridades favoritas presentes na plateia e, ainda, avaliar (“de cima embaixo”) as estrelas que sobem ao palco como apresentadores. É fútil, mas, de alguma forma, prazeroso!

No Oscar é possível também assistir a performances musicais. Os indicados na categoria melhor canção original, normalmente, apresentam-se na cerimônia. O primeiro da noite foi Pharrel Williams com a música “Happy“, do filme “Meu Malvado Favorito 2“. Depois, Karen O. cantou “The Moon Song“, do filme “Ela“. A banda U2 interpretou “Ordinary Love“, do filme “Mandela: Long Walk to Freedom“. E, ainda, Idina Menzel cantou “Let It Go” da animação “Frozen: Uma Aventura Congelante“, que foi a canção ganhadora do Oscar. “Frozen: Uma Aventura Congelante” também venceu como melhor animação do ano.

Outra performance memorável da noite foi a da cantora Pink com a música “Over the Rainbow“, em homenagem aos 75 anos do filme “O Mágico de Oz“.

O filme “O Grande Gatsby” venceu nas duas categorias que disputava: melhor figurino e melhor design de produção (ou melhor direção de arte). Para garantir a audiência, os produtores do Oscar deixam as categorias consideradas “mais importantes” para o final da transmissão. Nesse intervalo são entregues os Oscars “menos aguardados”: melhor curta de animação (para “Mr. Hublot“); melhor curta-metragem (para “Helium“); melhor documentário em curta-metragem (para “The Lady in Number 6“); melhor documentário em longa-metragem (para “20 Feet From Stardom“); e melhor filme estrangeiro (para “The Great Beauty“).

O filme “Gravidade” foi que ganhou mais estatuetas neste ano. Das dez indicações, venceu sete: melhores efeitos visuais; melhor mixagem de som; melhor edição de som; melhor fotografia; melhor montagem; melhor trilha sonora original; e melhor direção (para Alfonso Cuarón).

Mas “Gravidade” não venceu a categoria melhor filme. O ganhador foi “12 Anos de Escravidão“, que também venceu nas categorias melhor roteiro adaptado e melhor atriz coadjuvante. Aliás, o discurso de Lupita Nyong’o foi um dos momentos mais emocionantes da noite.

Para completar a cerimônia, duas estatuetas muito merecidas: melhor roteiro original (para o filme “Ela“) e melhor atriz (para Cate Blanchett, de “Blue Jasmine“).

Deixe seu comentário