Semana do Oscar: “Clube de Compras Dallas”

Publicado em 26 de Fevereiro de 2014
por Welington Gonzaga
Semana do Oscar: “Clube de Compras Dallas”
# Cinema #
1

Matthew McConaughey é um dos indicados ao Oscar de melhor ator em 2014. Graças ao seu desempenho como Ron Woodroof, em “Clube de Compras Dallas” (veja o trailer), o ator é favorito ao prêmio. Não só porque interpreta bem, mas principalmente porque passou por uma grande transformação física. A dedicação ao personagem foi tamanha que o ator perdeu mais de 20 quilos para viver o eletricista soropositivo na telona.

A história se passa no ano de 1985, em Dallas. Na época, a AIDS ainda era considerada uma doença de gays. Imagina, então, o preconceito num lugar conservador e machista como o Estado do Texas. O diagnóstico da doença vem após um acidente de trabalho, quando Ron Woodroof é hospitalizado e submetido a um exame de sangue. Ele já estava visivelmente fraco e debilitado. Além de possuir o vírus HIV (adquirido em relações sexuais desprotegidas com mulheres), ele adotava um estilo de vida nada saudável, envolvendo o consumo excessivo de drogas e de bebidas alcoólicas.

Após a confirmação da soropositividade vieram também o preconceito (pois o desconhecimento sobre a AIDS, quase 30 anos atrás, levava muitas pessoas a evitarem o contato social com os doentes), o isolamento e o afastamento dos amigos. Com o diagnóstico, o médico dá apenas 30 dias de vida para Ron Woodroof. Começa, então, a busca pela sobrevivência. Pesquisas ainda estavam sendo realizadas, na época, para se tentar descobrir tratamentos e a cura da doença.

Medicamentos que ajudariam a melhorar o sistema imunológico do paciente e a garantir sobrevida eram testados nos Estados Unidos e em outros países. Mas alguns deles ainda não eram aprovados pela FDA (Food and Drug Administration), que é o órgão do governo norte-americano responsável pela aprovação dos medicamentos a serem comercializados no país.

O tal “Clube de Compras Dallas” surge quando Ron Woodroof passa a importar, mesmo que ilegalmente, medicamentos que prometiam prolongar a vida dele e de outras pessoas. Mas, não por benevolência, e sim porque Woodroof era do tipo que tentava tirar vantagem em tudo. O filme mostra também os interesses econômicos da indústria farmacêutica frente à AIDS e, ainda, certa irresponsabilidade de médicos ao aplicarem o medicamento AZT sem se preocuparem com os danosos efeitos colaterais.

Outro destaque do filme é Jared Leto no papel do transexual Rayon. O ator também foi indicado ao Oscar 2014, na categoria melhor ator coadjuvante. No elenco estão ainda Jennifer Garner (de “Juno”“Demolidor – O Homem Sem Medo”), Denis O’Hare (de “Milk – A Voz da Igualdade”), entre outros. A direção é de Jean-Marc Vallé (de “C.R.A.Z.Y.”).

“Clube de Compras Dallas” é indicado, ao todo, em seis categorias do Oscar deste ano: além de melhor ator e melhor ator coadjuvante (já mencionados), concorre como melhor filme, melhor roteiro original, melhor montagem e melhor maquiagem.

Um Comentário

  1. Pingback: Semana do Oscar: “Capitão Phillips” | Blog Sinóptico

Deixe seu comentário